Em busca

14 setembro 2010

"Talvezes...

"...de se em se, muita gente deixou de ser.
 E por tantos talvezes que nunca acontecem
 passaram as chances sem serem percebidas,
 tal como águas escorridas
 impossíveis de se juntar..."

3 comentários:

Ed disse...

Fico pensando nos "se" e nos "talvez"...

Podem ser vilões, mas às vezes dão esperança. A esperança pode ser vã... talvez não.

"Talvez" também move o mundo.

Ed disse...

De qualquer forma, se o talvez nos leva a um beco sem saída, a uma esperança puramente ilusória, então ele acaba sendo uma armadilha. No fim das contas, armada por nós mesmos. Que gente estranha somos nós, que nos boicotamos com castelos de ar, miragens e talvezes.

Ed disse...

Fiquei pensando no lado bom dos talvezes...

Acho que no mundo ninguém alcançou o real sem antes passar pelo talvez. O sonho realizado um dia foi uma esperanca, um talvez. Então acho que alguns talvezes são bons, nos fazem sonhar e esperançar. Afinal, o que é a vida senão um sonho?